Telefone: (11) 3578-8624

DESENVOLVE SP OFERECE CRÉDITO PARA EXPANDIR NEGÓCIOS PAULISTAS; VEJA COMO SOLICITAR

4 de abril de 2024

Desenvolve SP atua como instituição financeira e oferece financiamentos com taxas e condições competitivas aos micros, pequenos e médios empreendedores paulistas.

A obtenção de crédito é sempre um tema delicado entre os empreendedores, já que existem várias barreiras, burocracias e requisitos para a conquista do mesmo.

Uma forma de contornar este tipo de dificuldade é contar com agências de fomento, como é o caso da Desenvolve SP, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com mais de 15 anos de atuação dando suporte aos empresários.

A Desenvolve SP, por não visar o lucro e se preocupar com o investimento inteligente e a democratização do crédito, atua como instituição financeira e oferece financiamentos com taxas e condições competitivas aos micros, pequenos e médios empreendedores paulistas.

Por se tratar de dinheiro público destinado a impulsionar o desenvolvimento, há algumas exigências legais. O empreendedor que busca investir em seu negócio ou que precisa de um fôlego financeiro deve seguir um passo a passo para ter o financiamento aprovado.

A equipe do governo do estado conversou com o superintendente de Negócios da agência, Luca Seeder Iacona, que explicou de forma objetiva o processo de solicitação de crédito. Confira abaixo e tenha mais uma forma de recorrer ao crédito para o seu negócio.

Quais os primeiros passos que os micros, pequenos ou médios empreendedores devem dar para conseguir crédito da Desenvolve SP?

Primeiramente o empresário tem que saber qual é a finalidade do recurso que ele busca. Nós temos cinco grandes pilares: capital de giro (que é para pagar o salário dos empregados ou pagar os fornecedores, por exemplo); temos linha para financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos; linhas para projetos de expansão e financiamentos; linhas de economia verde e as linhas de inovação.

O segundo passo é entrar no site da Desenvolve SP, acessar o campo “empresas”, ver os detalhes de cada linha de crédito e entrar no “guia do financiamento”, área em que ele pode visualizar o que fazer para ter sua proposta submetida à nossa análise.

Quais os pré-requisitos para estar apto a iniciar o processo de solicitação de crédito?

Para as linhas de capital de giro e máquinas e equipamentos o empresário não pode ser pré-operacional, ou seja, ele precisa ter ao menos 12 meses de faturamento não intermitente. Para as outras três vertentes, o empresário pode ser pré-operacional ou pode já ter faturamento. Quem é Microempreendedor Individual (MEI) não consegue acessar nosso crédito.

Um MEI tem faturamento anual de até 81 mil reais e, neste caso, o empreendedor deve procurar o Banco do Povo Paulista (BPP). Conseguem acessar as linhas da Desenvolve os empresários que têm CNPJ enquadrado no Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido.

E em relação a documentos?

Para garantir a elegibilidade, é necessário atender algumas exigências documentais. A empresa não pode possuir nenhum apontamento no Cadin estadual, deve estar com sua situação regularizada no Serasa e possuir a Certidão Negativa de Débitos (CND). A CND é um documento essencial que atesta a ausência de débitos ou pendências financeiras, previdenciárias ou tributárias.

É importante ressaltar que, mesmo para aqueles que realizaram parcelamentos de impostos, desde que estejam em dia com os pagamentos, o acesso ao crédito da Desenvolve SP é viável. Caso haja atrasos nos pagamentos, é necessário entrar em contato com o órgão responsável, regularizar a situação e, então, será possível acessar o nosso crédito.

Outro requisito relevante é a ausência de apontamentos no Certificado de Regularidade do FGTS, o CRF. Por fim, embora haja indicações de licenciamento ambiental em nosso site, é importante destacar que existem casos de isenção desse licenciamento para determinados empresários.

Como é feita a análise da proposta do cliente?

O cliente entra no site da Desenvolve, faz um cadastro inicial no qual vai fornecer alguns detalhes, como o contrato social da empresa. Indica quem são os sócios da empresa, qual é o CNAE de atuação. E isso é importante, porque alguns CNAEs não são aceitos em razão de normas do Banco Central e regras da Desenvolve SP.

Uma vez que o empresário faz esse preenchimento do pedido, a área de Negócios é notificada, tudo isso via sistema, e a partir daí nós entramos em contato com o cliente. Após esse contato inicial, em que nós vamos entender a necessidade do empreendedor, vamos ver se a linha está enquadrada com a finalidade.

Eventualmente, já negociando a garantia, o cliente recebe um link com um formulário, no qual ele vai inserir todas as informações necessárias. Ele coloca o contrato social em anexo, o balanço, os faturamentos mais recentes etc. Com estas informações, a área de Estruturação da Desenvolve SP faz toda a pré-análise e vai descobrir qual é o rating do empresário e saber todas as condições de crédito que podem ser oferecidas.

Feito isso, um dos responsáveis pela área de Estruturação entra em contato com o interessado e apresenta todas as possibilidades e opções. Evoluindo, esses documentos vão para as áreas de Crédito e de Apoio e, na sequência, partimos para a emissão e assinatura do contrato.

Em relação à liberação do crédito, qual o tempo estimado?

Isso é muito importante para o empresário saber. No geral, o mais rápido é o capital de giro. Por exemplo, no caso do capital de giro/crédito digital, que é para as empresas que faturaram até R$ 300 mil nos últimos 12 meses e de forma não intermitente, fica em torno de cinco dias úteis. Se for capital de giro julgamental, que é para empresas com faturamento acima de R$ 300 mil, ou capital de giro BNDES Automático, que é para empresas que faturam de R$ 4,8 milhões até R$ 90 milhões, o prazo já fica entre 15 e 45 dias úteis.

Se for crédito para aquisição de algumas máquinas e equipamentos, esse prazo é de 45 a 90 dias. Já projetos que envolvem obras civis, construções que precisam de medições, estudo de engenharia, aí o prazo fica de 90 a 180 dias. O que pedimos para o empreendedor é que antes que ele submeta a proposta de financiamento, acesse o guia de financiamento e já separe toda a documentação que a Desenvolve SP vai pedir.

Com informações Governo do Estado de SP

FONTE:  CONTÁBEIS – POR IZABELLA MIRANDA

 

 

Receba nossas newsletters
Categorias