Telefone: (11) 3578-8624

SEFAZ-SP PREVÊ RECUPERAR MAIS DE R$ 100 MILHÕES COM OPERAÇÕES DE ITCMD

16 de março de 2023

Valor é resultado de três ações de fiscalização sobre transferência de patrimônio sujeita ao imposto.

A Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) estima que mais de R$ 100 milhões devem ser recuperados aos cofres públicos por meio de três ações fiscais sobre a transferência de patrimônio sujeita à incidência do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD). O cálculo foi divulgado nesta terça-feira (14/3) pela secretaria.

Os recursos se referem a pagamentos e parcelamentos decorrentes de autorregularização nas operações Vaisyas II, Vaisyas III e Donatio XVIII. De acordo com a Sefaz-SP, foram ainda lavrados autos de infração e imposição de multa (AIIM) que somaram R$ 36,4 milhões.

O ITCMD é um tributo estadual que deve ser pago por quem recebe bens ou direitos via herança ou doação. A alíquota de São Paulo é de 4%.

A Operação Vaisyas fiscaliza se os valores utilizados como base de cálculo nas doações declaradas estavam de acordo com o valor patrimonial. Uma das fraudes mais comuns verificada pelo Fisco paulista foi a subavaliação de patrimônio transmitido por meio de títulos representativos do capital de empresas.

Já a Donatio audita doações declaradas pelos contribuintes à Receita Federal sem que o ITCMD tenha sido declarado ou pago ao estado de São Paulo.

No mês passado, o JOTA mostrou que uma divergência de entendimento entre a Receita e a Sefaz-SP levou a um disparo de alertas sobre possíveis inconsistências no pagamento do imposto a bolsistas. A secretaria, depois, assegurou que nenhum beneficiário seria intimado a recolher o tributo.

A Vaisyas II foi finalizada em fevereiro de 2023, enquanto a Vaisyas III e Donatio XVIII continuam em andamento.

Os trabalhos foram realizados por 23 auditores fiscais da Delegacia Regional Tributária Especializada do ITCMD.

“O resultado obtido nas três operações confirma o bom uso e eficácia das novas ferramentas de análise utilizadas pelo Fisco paulista. Sem dúvida, é uma importante fonte de recurso para custeio de serviços essenciais à população, como saúde, segurança pública e educação,” destacou Leonardo Balthar, delegado regional tributário do ITCMD.

Do montante de R$ 100 milhões, R$ 79,2 milhões já foram recolhidos à Sefaz-SP, ao passo que outros R$ 21,1 milhões foram parcelados. Confira o resultado de cada operação na tabela abaixo.

Operação Valor Pago Valor Parcelado AIIM Total
Vaisyas II R$ 41.898.257,89 R$ 9.872.080,70 R$ 25.908.602,55 R$ 77.678.941,14
Vaisyas III R$ 24.160.078,95 R$ 3.446.286,36 R$10.583.246,59 R$ 38.189.611,90
Donatio XVIII R$ 13.182.112,76 R$ 7.873.913,37 R$ 21.056.026,13
TOTAL R$ 79.240.449,60 R$ 1.192.280,43 R$ 36.491.849,14 R$136.924.579,17

 FONTE: Jota – Por Arthur Guimarães

 

 

Receba nossas newsletters
Categorias